sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Entrada para a Estante....

2 comentários:

Elsa disse...

Um amor reencontrado depois de mais de vinte anos de ausência... e ao som da memória de Duke Ellington e Billy Strayhorn...Belissimo!

Ricardo disse...

Fantástico. Uma certa serenidade oriental, difícil de captar, mas descrita com uma sensibilidade e clareza absolutas.
Já vai numa das próximas crónicas.