sexta-feira, 2 de abril de 2010

OS HOMENS QUE ODEIAM AS MULHERES Millennium I de Stieg Larsson (Oceanos)

“A Maldade bebe a maior parte do veneno que produz” Séneca

De regresso aos policiais com os mais famosos livros dos ultimos tempos, a trilogia Millennium de Stieg Larsson (1954-2004). Estas obras são todas publicadas postumamente. Ainda assim, Stieg Larsson vendeu 12 milhões de cópias destes livros só no verão passado. A intenção inicial era a de escrever 10 livros, ficamos apenas com três, o que, como muitos, também lamento. Há ao que dizem, um quarto exemplar quase acabado, que a viuva Eva Gabrielsson, pelo que pesquisei, não tem intenção de publicar. Os livros introduzem várias personagens interessantíssimas e lêem-se com um agrado muito particular. Para dar algumas “pistas” o que é sempre de bom tom num policial, deixem-me dizer que Millennium é a revista da qual Mikael Blomkvist, a personagem principal é sócio. E a estória começa com Blomkvist a ser condenado por difamação a um grande financeiro sueco, o que lhe vale uma multa e três meses de prisão (entretanto encurtados para dois). É nesta fase que lhe surge um inesperado convite para fazer a biografia dos Vanger, uma familia de industriais suecos, que é, no fundo um pretexto para investigar uma morte ocorrida há mais de 40 anos. É a partir daqui que a trama se adensa, num estilo de escrita descritiva, demorada, e com uma atenção invulgar aos detalhes e pormenores. Se Mikael é a personagem principal, Lisbeth Salander é a mais interessante. Lisbeth Salander é uma personagem invulgar, dificil de descrever nestas curtas linhas, mas é certamente uma das composições mais conseguidas que tenho lido nos ultimos tempos. É uma hacker excepcional, quase cem por cento anti-social, com um perfil psicológico no minimo complicado, mas é ela que dá o “sal” a estes livros. A estória desenrola-se em ritmos diferentes mas mantém o tom hipnótico que nos faz agarrar o livro e não o querer largar até à ultima página. Antes de ler estes livros só sabia que havia uma certa “febre” ou moda à volta deles. Hoje em dia há marketing a mais e literatura a menos na minha opinião, mas estes livros andam acima disso. São excelentes policiais sob qualquer perspectiva, e, para retirar qualquer duvida sobre a minha opinião, já vou a meio do segundo livro enquanto escrevo estas linhas. Boas Leituras!

PARA A SEMANA: A RAPARIGA QUE SONHAVA COM UMA LATA DE GASOLINA E UM FÓSFORO Millennium II de Stieg Larsson (Oceanos)

NA MESINHA DE CABECEIRA:

Continuam:

A ARTE DA ALEGRIA de Goliarda Sapienza (D. Quixote)

A RAINHA NO PALÁCIO DAS CORRENTES DE AR Millennium III de Stieg Larsson (Oceanos)

INÉDITOS de Antoine de Saint Exupéry (Casa das Letras)

BIBLIOTECA DE ALEXANDRIA de Pablo de Jevenois (Esquilo)

O MONTE DOS VENDAVAIS de Emily Bronte

CRÓNICA DO PÁSSARO DE CORDA de Haruki Murakami (Casa das Letras)

OS ANAGRAMAS DE VARSÓVIA de Richard Zimmler

3 comentários:

Dalaila disse...

e tu amas?

Bípede Falante disse...

Gostaria de ler essa matéria. Boa capa e provocante título.

JJTorrinha disse...

Acabei ontem o segundo que, para mim, ainda supera o primeiro. É muito, muito bom.