sexta-feira, 4 de junho de 2010

CEM ANOS DE SOLIDÃO de Gabriel García Márquez (D. Quixote)

“Todo o Inferno está contido nesta única palavra: solidão”Victor Hugo
Para fazer uma breve pausa nas muitas novidades que o mercado livreiro nos vai fazendo chegar, vou regressar aos “meus” clássicos. Há dúvidas sobre quem primeiro terá utilizado o termo “realismo mágico”. Ora não há duvida nenhuma, para mim, de quem é o seu expoente máximo como autor. Gabriel Garcia Marquez. Penso que é, nesta coluna, impossivel escrever muito sobre Garcia Marquez. E de certa forma, é também um atrevimento, vir sugerir um livro que qualquer pessoa que se pretenda amante de livros já deve ter lido. Adianto desde já, que os “Cem Anos de Solidão” foram para mim, na altura em que o li, a descoberta de um dos mais espantosos livros de sempre. E isso permanece até hoje. A aldeia de Macondo, o genial Melquíades, os Buendia. A magistral frase de abertura “Muitos anos depois, diante do pelotão de fuzilamento,o coronel Aureliano Buendia havia de recordar aquela tarde remota em que o pai o levou a conhecer o gelo.”A novidade, para mim, de entrar num mundo onde o imaginário se alarga até a fronteiras que antes não conhecia. É um livro mágico. É uma obra fundamental. Primordial. Já aqui, na “Estante” aconselhei obras de Garcia Marquez. Esta é de entre todas a que mais me marcou. Assinala um caminho novo na literatura e faz-nos crer que há de facto sitios e realidades mágicas. A saga da familia Buendía, a praga que sobre eles se abate, os condena e a todos atinge durante cem anos. A galeria de personagens é absolutamente ímpar. E a leitura é profundamente cativante. Não é dificil aconselhar a leitura de Garcia Marquez. E, se for o caso de por qualquer motivo nunca tiverem lido nada deste grande escritor, é talvez por aqui que devem começar. Uma vez entrados neste mundo, é dificil voltar a sair, acreditem. Entretanto, aproveito para deixar como sugestão uma visita à 80ª Feira do Livro do Porto, este ano a decorrer nos Aliados de 1 a 20 de Junho. Tenciono passar por lá e aproveitar para tentar descobrir mais algumas leituras para partilhar aqui. Boas Leituras!

PARA A SEMANA: PENSAMENTOS SECRETOS de David Lodge (Edições ASA)

NA MESINHA DE CABECEIRA:

Entra: CICATRIZES DE MULHER de Sofia Branco (Publico)

Continuam:

CADERNO AFEGÃO de Alexandra Lucas Coelho (Tinta da China)

ESCRÍTICA POP de Miguel Esteves Cardoso (Assírio & Alvim)

INÉDITOS de Antoine de Saint Exupéry (Casa das Letras)

CRÓNICA DO PÁSSARO DE CORDA de Haruki Murakami (Casa das Letras)

OS ANAGRAMAS DE VARSÓVIA de Richard Zimmler



5 comentários:

Zaclis Veiga disse...

Excelente sugestão. Livro obrigatório. Tem razão.
Querem algum título (ou qualquer outra coisa) dessas terras? No final do mês aportarei. Bj

Ricardo disse...

Sol, neste momento é o que mais falta faz aqui. :)

Zaclis Veiga disse...

SOL!?
xi, não vai dar. Eu estou indo em busca dele!
Estamos passando por um outono muito frio. temperaturas de 8 graus... Aqui no sul, só garoa. Porém, se quiser alguma edição brasileira, grite.
:)

Bípede Falante disse...

Tenho de ler esse livro!

Carlinha disse...

Vou ler este livro.;)