sexta-feira, 23 de julho de 2010

HARRY POTTER E A PEDRA FILOSOFAL de J.K. Rowlling

“A magia da linguagem é o mais perigoso dos encantos." Edward Bulwer-Lytton

Foi por volta de 1998, (não consigo ser mais preciso que isto) que li na revista Time que havia um fenómeno editorial chamado Harry Potter que estava a revolucionar a literatura dita juvenil. Fiquei atento, porque tudo o que faça com que as pessoas leiam, creio que é boa politica. E quando foi publicado em Portugal, já devidamente publicitado, creio ter sido dos primeiros a lê-lo. E sobretudo a ficar cliente. Posso aqui admitir que fui dos que, aguardava com ansiedade a data de lançamento de cada novo volume da estória. Sei que há determinados circulos em que esta literatura globalizada não tem muitos adeptos. Mas enfim, também há que reconhecer que ainda há muito pedantismo na hora de se reconhecer o que se lê e o que se gosta de ler. Para não falar no que se diz que se lê... Eu, que aqui falo por mim, entrei de cabeça neste mundo que acompanhou Harry Potter e os seus amigos e inimigos, desde a entrada no colégio de Hogwarts até à idade adulta. O segredo do sucesso destes livros está, parece-me, em criar elementos ou personagens com os quais nos possamos relacionar ou identificar de qualquer forma. Nestes livros há vários, a muitos níveis. Há Amizade, Lealdade, Dor, Perda, a presença sempre próxima do Mal. Mas há sobretudo cenários que transformam o fantástico e o mágico em algo em que podemos acreditar. Na minha duvidosa qualidade de produtor de sugestões de leitura, estes livros são do melhor que se pode encontrar para ler, de forma descontraída e descomprometida. Se todavia, acharem que este género e forma é de facto para outras idades mais leves, ofereçam-nos, porque quem os receber vai gostar. Tendo dito isto, mais acrescento que a magia destes livros é real, funciona de facto, transformou a sua autora numa das pessoas mais ricas do Mundo…e a mim, pelo menos, deu-me algumas muito boas horas de prazer. Boas Leituras!

PARA A SEMANA: O SENHOR DOS ANÉIS (TRILOGIA) de J.R.R. TOLKIEN (EUROPA AMÉRICA)

NA MESINHA DE CABECEIRA: O MARIDO PERFEITO MORA AO LADO de Felipe Pena (Record)

NOTA – Para quem puder estar presente: lançamento do livro "A Violência da Natureza" da autoria de Florindo Silva e Rui M. S. Sousa em edição de autor, dia 31 de Julho, pelas 15.30 horas no Museu da Cidade – Campo Grande, Lisboa.

www.estanteacidental.blogspot.com


3 comentários:

Florindo Silva disse...

Obrigado Ricardo pela nota do Lançamento do livro "A Violência da Natureza"

Bípede Falante disse...

A Pedra Filosofal é o melhor dos sete!

Carlinha disse...

Adorei estes livros.
Escrevo sobre eles no meu blogue: atmosfera dos livros.
Boas leituras;)
P.S. os filmes estragaram os livros(meu ponto de vista actual, mas gostei dos filmes na altura)