segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Estante de Natal

Devido a actividade profissional mais intensa (e algumas viagens...), não publiquei aqui a edição de Natal da "Estante"

Aqui vai:


"Chega-se a ser grande por aquilo que se lê e não por aquilo que se escreve” Jorge Luis Borges

ESTANTE DE NATAL!!!
Provavelmente já não chegarei em tempo útil aos leitores com uma pequena lista de sugestões para ofertas natalícias, de qualquer modo vou fazê-lo, há sempre uma ou outra urgência de ultima hora, e nada melhor que oferecer um livro. Tenho por vários motivos reduzido alguma coisa na tempo que tenho dedicado não à leitura em si, que é algo que não consigo deixar de fazer de forma continuada, mas mais na busca de novos livros e autores. Já por diversas vezes aqui o tenho dito que o mercado editorial está a fornecer novas edições e autores a um ritmo que é impossível de acompanhar. Para praticar aquilo que mais aprecio, que é poder sugerir de forma consciente, tenho mesmo que ler o que por aqui vou tentando “empurrar” para que os meus amigos possam apreciar. É um pouco “ler para crer”, e como a profusão de novas obras é tal que impede que o faça em consciência, acho que me estou a remeter a uma posição mais segura e tenho de facto jogado um bocadinho à defesa, refugiando-me em autores que já conheço. De todas as formas, esta explosão editorial tem ajudado, creio eu, a que se vá lendo um bocadinho mais, a oferta generalista é maior e verifico com alegria que os principais espaços comerciais de venda de livros são bastante frequentados. Não sei se essa frequência corresponde a vendas de facto mas é sempre bom ver as livrarias com frequência assinalável de potenciais leitores. Vou então deixar aqui uma meia dúzia de sugestões daquilo que mais prazer me deu ler ao longo de 2011:
LÚCIO FETEIRA (A História Desconhecida – Das Origens à Glória Vol. I) de Miguel Carvalho (Quidnovi)

FERRUGEM AMERICANA de Philipp Meyer (Bertrand)

PORNO POPEIA de Reinaldo Moraes (Quetzal)

O SEMINARISTA de Rubem Fonseca (SEXTANTE EDITORA)

O CEMITÉRIO DE PRAGA de Umberto Eco (GRADIVA)

JOÃO AGUARDELA “Esta Vida de Marinheiro” de Ricardo Alexandre (Quidnovi)

 

De entre pelo menos estes, que são para gostos (e carteiras) variadas, estou certo que encontram o presente ideal, ou para alguém, ou mesmo para nós que também havemos de merecer alguma coisa nesta altura. Um muito Feliz Natal paro todos e……. Boas Leituras!

Na Mesinha De Cabeceira:
Kyoto de Yasunary Kawabata (Dom Quixote)
Rever Portugal de Jorge de Sena (Guimarães)
O Escrivão Público de Tahar Ben Jelloun (Cavalo de Ferro)
Uma Mentira Mil Vezes Repetida de Manuel Jorge Marmelo (Quetzal)
O Homem Que Gostava de Cães de Leonardo Padura (Porto Editora)

Sem comentários: