quarta-feira, 6 de junho de 2012

O Caso da Noiva Atormentada de Erle Stanley Gardner (Edições ASA)


“Um júri é um grupo de pessoas escolhidas para decidir quem tem o melhor advogado.” Robert Frost

 “O Estranho Caso de Nunca Ter Escrito Nada Sobre Erle Stanley Gardner”, podia muito bem ser o titulo da sugestão de leitura desta semana. E é verdade, se por aqui tenho mantido que grande parte dos meus hábitos de leitura foram ganhos a devorar policiais na adolescência ( muito fruto da célebre Colecção vampiro, presente em grande parte das casas de familiares e amigos ), é de facto um “estranho caso” nunca aqui ter “chamado” o criador dessa figura mítica da literatura que é o advogado Perry Mason. Mais do que sugerir este livro em particular “O Caso da Noiva Atormentada” (devo referir que no original a noiva é curiosa e não atormentada “The Case of The Curious Bride”, o que em si também daria para gastar uma ou várias crónicas, com as aí sim “curiosas” traduções para português dos títulos de livros e filmes), mas avançando, o que mais importa aqui é de facto assinalar a obra e a sua repercussão. As obras de Erle Stanley Gardner, venderam-se aos milhões tornando-o um dos autores de maior sucesso comercial de sempre, especialmente depois da adaptação televisiva de “Perry Mason” com o inolvidável Raymond Burr no papel principal. Para as gerações mais novas que não apanharam esse clássico da TV e que por mera questão de terem nascido tarde de mais, espero que não percam a oportunidade de recuperar a leitura destes magníficos policiais. O registo destes policiais tem a particularidade de ter de certa forma inaugurado uma abordagem jurídica e legal dos casos o que também veio a dar um manancial de obras que foram “beber” ao modelo de Erle Stanley Gardner. Mas não há como o original. Perry Mason é uma figura também única no panorama das criações literárias mais conhecidas de sempre. Quanto a Erle Stanley Gardner foi um escritor de uma produção enorme e constante que publicou mais de 300 obras, sob vários pseudónimos como: A.A. Fair, Kyle Corning, Charles M. Green, Carleton Kendrake, Charles J. Kenny, Les Tillray, e Robert Parr. Não percam sobretudo a oportunidade de ler ( ou reler ) livros onde nomes que se tornaram famosos como Della Street e Paul Drake investigam e ajudam em tribunal o advogado Perry Mason não só a ganhar os casos dos seus clientes, mas sobretudo a resolver casos e crimes interessantes e muito bem imaginados. Aproveitem a chegada das férias. Boa Semana e… Melhores Leituras! J
Na Mesinha De Cabeceira:
Kyoto de Yasunary Kawabata (Dom Quixote)
Rever Portugal de Jorge de Sena (Guimarães)


Sem comentários: