quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

AXILAS & OUTRAS HISTÓRIAS INDECOROSAS de Rubem Fonseca (Sextante Editora)

“O corpo é um parasita da alma” Jean Cocteau

De regresso à leitura de um dos meus favoritos, Rubem Fonseca. Penso não exagerar minimamente se afirmar que este autor se está lentamente a afirmar como uma referência literária para muitos amigos e companheiros de leituras. O que vou ouvindo e conversando sobre livros em trânsito noutras mesinhas de cabeceira confirma-o. Pois mais uma vez aqui venho sugerir uma obra que merece com toda a certeza ser lida e difundida. O registo aqui, é, e aí também está em linha com muitas das obras que tenho tido o prazer e o privilégio de ler recentemente, o conto. Em mais este género Rubem Fonseca prova a sua mestria e reafirma o seu caracter de escritor inconfundível. Ao longo de dezoito contos mais ou menos curtos, vamos mergulhar numa viagem às pulsões mais recônditas do ser humano. Muitas vezes cruel, muitas vezes de um grafismo violento, Rubem Fonseca, revela-nos em cada uma destas personagens simultaneamente marginais e prováveis um mundo de obsessões. A morte, a velhice, a degradação física e moral, a violência gratuita e inexplicável fazem parte de um conjunto de pequenas histórias, que muito mais do que indecorosas, são de leitura compulsiva. Escrito de formas diversas, com recurso a várias técnicas narrativas e a narradores da primeira à terceira pessoa, vamos sempre aprendendo qualquer coisa mais com as disposições e processos mentais de um leque de personagens singulares. Um exercício de estilo que, felizmente se reconhece como Rubem Fonseca puro e duro. Lê-se de enfiada, de forma quase hipnótica. Um excelente recurso para oferta na época festiva que se avizinha. Para os amantes da obra de Rubem Fonseca é mais um tiro na “mouche”. Para os que não conhecem, é uma boa forma de ir entrando neste universo ímpar. Boa semana e, … Melhores Leituras! J

Na Mesinha De Cabeceira:
PENA CAPITAL de Robert Wilson (D. Quixote)
UM APARTAMENTO EM ATENAS de Glenway Wescott (Relógio d´Agua)
ATÉ AO FIM 1944-1945 de Ian Kershaw (D. Quixote)
MIRAGEM DE AMOR COM BANDA DE MUSICA de Hernán Rivera Letelier(Quetzal)
A FABULA de William Faulkner (Casa das Letras)
O COLECIONADOR DE MUNDOS de Ilija Trojanow (Arkheion)
A CIVILIZAÇÃO DO ESPECTACULO de Mario Vargas Llosa (Quetzal)
UMA MORTE SÚBITA de J.K.Rowling (Editorial Presença)
O PROBLEMA ESPINOSA de Irvin D. Yalom (Ed. Saída de Emergência)
JOSÈ de Rubem Fonseca (Sextante Editora)


Sem comentários: