quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

NOITES EUROPEIAS (Uma História das Competições Europeias de Clubes 1897-2013) de Miguel Lourenço Pereira e João Nuno Coelho (Amor à Camisola)

Tanto quanto sei com maior certeza sobre a moral e as obrigações dos homens devo-o ao futebol” Albert Camus

Este livro, mais um do João Nuno Coelho, desta vez em parceria com Miguel Lourenço Pereira, marca também a estreia de uma nova editora, a Amor à Camisola, que tem sede em Guimarães, cidade que, em boa hora, o João Nuno escolheu para viver, não abandonando nunca, é certo também, o Porto do seu coração. Esta é uma sugestão fácil de fazer. É um livro absolutamente indispensável em qualquer estante do verdadeiro adepto, informado e interessado pelo futebol, sua história e evolução enquanto fenómeno que se transcende para além do domínio meramente desportivo. Assim, juntos os dois autores, um historiador e um sociólogo, traçam o rumo do “beautiful game” desde as origens dos confrontos europeus de Clubes até à actualidade. O livros está dividido em seis partes: “Tardes Europeias” (1898-1955)”, “Comunidade Europeia do Futebol” (1955-1970), “Ascenção e Queda” (1970-1985), “Entre o Céu e o Inferno” (1985-1993), “Liga de Tubarões” (1993-2008) e “Regresso ao Futuro” (2008-2013). Ao longo destes capítulos, vemos a história do futebol (e com ela a história da Europa também), contada por intermédio dos episódios que foram ditando a mudança de modelos organizativos, a deslocação das sedes de poder, os principais contendores das diversas taças e torneios, fenómenos sociais como o advento do “Hooliganismo”, o efeito da “Lei Bosman” e um caminho que parece inalterado rumo a uma elitização e a um domínio dos clubes mais ricos no panorama das competições europeias a que hoje assistimos. Recheado da história dos clubes na Europa, dos grandes sucessos, das grandes desilusões, esta obra vale por si própria e encontrará com facilidade o seu caminho nas mãos dos muitos leitores que partilham estas duas paixões: a leitura e o futebol. A não perder. Um remate sem defesa num jogo que ainda está no inicio, a julgar pela brilhante equipa, o João e o Miguel, aqui em campo! Boa Semana e Boas Leituras!!!
Na Mesinha De Cabeceira:
MIRAGEM DE AMOR COM BANDA DE MUSICA de Hernán Rivera Letelier(Quetzal)
ARCO-IRIS DA GRAVIDADE de Thomas Pynchon (Bertrand)
A CONSCIÊNCIA E O ROMANCE de David Lodge (ASA)
C de Tom McCarthy (Editorial Presença)
O JOGO DO MUNDO de Julio Cortázar (Cavalo de Ferro)
DIÁRIO PARA ELIZA de Lawrence Sterne (Antígona)
O HERÓI DISCRETO de Mário Vargas Llosa (Quetzal)
UMA COISA SUPOSTAMENTE DIVERTIDA QUE NUNCA MAIS VOU FAZER de David Foster Wallace (Quetzal)
HISTORIAS DE LOUCURA NORMAL de Charles Bukowski (Alfaguara)
ESTRADA PARA LOS ANGELES de John Fante (ALFAGUARA)
AS PRIMEIRAS COISAS de Bruno Vieira Amaral (Quetzal)
A RAPOSA AZUL de Sjon (Cavalo de Ferro)
À MESA COM KAFKA de Mark Crick (Casa das Letras)
LISBOA (A cidade vista de fora 1933-1974) de Neil Lochery (Editorial Presença)
ESCREVO PARA AJUSTAR CONTAS COM A IMPERFEIÇÃO de Ricardo Guimarães (Modo de Ler)
FUGAS de Alice Munro (Relógio D´Àgua)
DEIXA LÁ e MÁS NOVAS de Edward St Aubyn (Sextante Editora)
LIBRA de Don DeLillo (Sextante Editora)
CRÓNICAS DO AUTOCARRO de Manuel Jorge Marmelo (Ed. Autor by Oporto Lobers)
RELATÓRIO DO INTERIOR de Paul Auster (ASA) 

1 comentário:

João Rodrigues disse...

Este livro já mora lá em casa. É mesmo um livro obrigatório para qualquer adepto de futebol!
Futebol e leitura... não pode haver melhor combinação ;)